Reprovei na OAB e agora? Saiba como dar a volta por cima

Reprovei na OAB: Saiba como dar a volta por cima
7 minutos para ler

Você tentou, estudou, deu seu melhor, mas não foi dessa vez? Lidar com a frustração não é fácil para ninguém. Você queria muito comemorar seu resultado e focar seus estudos para a 2ª fase da OAB, porém, essa é a hora de desapegar.

Você não vai poder voltar no tempo para refazer a prova. Agora, o que você pode fazer é analisar friamente os motivos pelos quais reprovou, se fortalecer e voltar com toda a energia para os estudos. 

Não importa quantas vezes você diga Reprovei na OAB, essa é a hora de você adotar novas estratégias. Por isso, listamos 10 dicas especiais para você lidar com esse período e se preparar para um novo exame. 

Reflita o que prejudicou sua aprovação na prova

Pense nos fatores que culminaram na sua reprovação na OAB. No início, você não vai querer pensar no assunto, é normal, mas se tentar, vai perceber que tem todas as respostas. 

Pode ser que você estava muito ansioso, com o emocional abalado ou que aconteceu um evento impactante na sua vida, dias antes da prova. Bem como, pode ser que você não tenha se preparado muito bem para o Exame. 

Fica tranquilo, isso acontece. É comum não passar de primeira, afinal os índices de reprovação da OAB  são enormes. 

Ao identificar os fatores que o atrapalharam conquistar sua aprovação, procure aprender com os erros. Esse é o primeiro passo para você começar a se sentir melhor consigo mesmo. 

Cuidado com a Autocrítica

Pare de dizer Reprovei na OAB o tempo todo, isso só vai colocá-lo para baixo, minar com sua autoestima e poder pessoal. Sei que você deve estar se sentindo vulnerável, mas remoer o problema, reclamar e se martirizar não vai levá-lo a lugar nenhum. 

Sua reprovação está diretamente relacionada ao seu momento no dia da prova. Isso não quer dizer que você é burro ou incapaz. A OAB é apenas um teste, não vai ser ele que vai ditar sua vida daqui para frente. 

Tente lidar com a situação com mais leveza e otimismo. Afinal, você terá outra oportunidade de fazer a prova. Se cobre menos, você vai se sentir mais leve. 

Afaste-se das Redes Sociais

Nesse momento, pode ser interessante fazer um detox das redes sociais. É capaz que muitos dos seus colegas estejam celebrando a aprovação no Exame da OAB e isso pode reforçar aquela sua vozinha interior : “Mas eu reprovei na OAB”

Você não vai querer alimentar esse sentimento, né? Então é bom se dar um tempo até a poeira baixar e você se sentir mais fortalecido para entrar em contato com esse tipo de conteúdo.  

Evite Comentar sobre a Prova

Se você ainda está com aquela sensação de derrota por conta de sua reprovação na OAB, é melhor evitar comentários sobre a prova. Nem sempre você vai poder se abrir com pessoas que vão compreender e respeitar seu momento. Portanto, cuidado! Não conte para todo mundo. 

Procure pessoas da sua confiança para desabafar e apoiá-lo nesse momento difícil. 

Saiba que você é o único responsável pelo seu resultado

Quando a gente perde alguma coisa, nossa primeira tendência é querer encontrar o culpado. Portanto, pode ser que você tenha convicção de que a razão da sua reprovação na OAB é culpa do Exame, da FGV, dos seus professores e quem quer que seja. 

Se você sente que a reprovação é certa e que os outros conspiram, de alguma forma, contra você, saiba que o único responsável pelo seu resultado é você mesmo. Culpar os outros vai apenas afundá-lo num ciclo de lamentações e impedir, cada vez mais, sua aprovação. 

Então, trate de pegar essa responsabilidade para você e sair desse poço de tristeza. Você é mais do que capaz! 

Não Recomece do Zero

Depois que já pensou sobre sua reprovação na OAB, não pense que terá que recomeçar tudo do zero. Você não tem nem motivos para isso. Afinal, você fez uma faculdade e já tem bagagem de todos os seus anos de estudo. 

Se você tem consciência disso, não pense em recomeçar do zero, busque soluções práticas, como analisar a sua prova. 

Analise sua Última Prova

Você deve estar se perguntando: “Analisar a prova da OAB vai me ajudar a ir bem na próxima?”, a resposta é sim. Ao analisar sua prova, você vai identificar o que errou e estudar mais esses temas para não errar mais. 

Por isso, quando for analisar sua prova, veja quais foram as questões que você errou, pense nos motivos que o induziram ao erro. Você estava em dúvida, chutou, ou sabia a resposta e acabou fazendo confusão na hora de responder? 

Faça o mesmo para as questões que você acertou. Você respondeu correto por que tinha certeza da resposta ou por que chutou? Essa é uma forma de você fazer seu próprio diagnóstico e mapear suas principais dificuldades. 

Depois disso, você vai conseguir se organizar melhor na hora dos estudos, pois vai dar uma ênfase maior aos temas que têm mais dificuldade e vai evitar de cometer o mesmo erro na próxima vez. 

Procure Relaxar

Tudo bem, você pode estar estudando de novo, mas não vá utilizar isso como um novo martírio para o sua reprovação na OAB. É importante relaxar, pois estudar horas e horas a fio não vai fazer com que seu desempenho melhore. 

Ao invés de se afundar nos estudos, busque fazer alguma atividade que o acalme, pense nas coisas que gostaria de realizar, saia com os amigos e etc. Tire um tempo para espairecer e não para pensar na prova da OAB. 

Mantenha o Ritmo de Estudo

Entretanto, cuidado para não relaxar demais e (re)começar a estudar pouco tempo antes do dia da prova. (Re)comece antes, ainda que pouco, ainda que você não esteja estimulado o suficiente, mas dê o pontapé inicial. Aos poucos, você vai se acostumar com a rotina. 

Depois disso, busque ter uma constância nos estudos. Monte uma rotina e organize as matérias que vai estudar cada dia. Mas, cuidado para não procrastinar, isso pode aumentar seus níveis de ansiedade se você perceber que não estudou o suficiente para a prova. 

Faça um Cursinho Preparatório

Se você tiver dificuldade em estabelecer uma rotina de estudos porque fica lembrando daquela vozinha: Reprovei na OAB, fica tranquilo. Você não precisa dar conta de tudo sozinho. 

Talvez, essa seja a hora de você deixar o orgulho de lado, assumir que seu método de estudo pode estar equivocado e buscar um cursinho para ajudá-lo a se preparar para o Exame. 

Busque um curso prático, como o Trilha da Aprovação, que vai auxiliá-lo a reforçar o estudo dos assuntos que você tem dificuldade e estimulá-lo a dar o gás que você precisa para alcançar a aprovação! 

Deixe a Reprovação na OAB de lado: tire os pensamentos negativos

Última dica e, não menos importante: pense positivo. Pode parecer difícil, mas com a prática, você vai se sentir mais confiante para encarar uma nova prova.

Trabalhe suas emoções e inseguranças. Se achar necessário, procure um psicólogo e inclua atividades na sua rotina em que você possa reforçar suas qualidades. 

Diga não a autossabotagem. Desistir não é uma opção, se você se esforçar vai colher os frutos do seu esforço, basta confiar em você e no seu potencial. 

Espero que você tenha gostado das nossas 10 dicas de como lidar com a reprovação na OAB. Quero ver você colocando logo em prática, beleza? 

Saiba que você não está sozinho, o Brasil Jurídico está com você nessa jornada rumo à sua aprovação na OAB. Conte com a gente! 

Você também pode gostar